sábado, 6 de junho de 2015

Melhor Guarda-Redes em Portugal (2014/2015)



Júlio César foi considerado pelos leitores do nosso blogue o melhor guarda-redes a jogar em Portugal na época 2014/2015.

Numa época em que o Benfica terminou com o título de campeão e a Taça da Liga, o seu guarda-redes foi peça fundamental nesse percurso e o seu percurso foi reconhecido pelos nossos leitores.

Os resultados foram, em percentagens, os seguintes:

Júlio César (Sport Lisboa e Benfica) - (51%)
Rui Patrício (Sporting Clube de Portugal) - (16%)
Fabiano Freitas (Futebol Clube do Porto) - (12%)
Matheus (Sporting Clube de Braga) - 3%
Mika (Boavista Futebol Clube) - 3%
Outro - 3%
Cristiano (Associação Académica de Coimbra - O.A.F.) - 1%
Gottardi (Clube Desportivo Nacional) - 0%
Romain Salin (Club Sport Marítimo) - 0%
Cássio (Rio Ave Futebol Clube) - 0%
Adriano Facchini (Gil Vicente Futebol Clube) - 0%
Rafael Defendi (Futebol Clube Paços de Ferreira) - 0%
Marafona (Moreirense Futebol Clube) - 0%
Haghighi (Futebol Clube Penafiel) - 0%
15º Ricardo Batista (Vitória Futebol Clube) - 0%
15º Assis (Vitória Sport Clube) - 0%
15º Mauro Goicoechea (Futebol Clube Arouca) - 0% 
 

domingo, 18 de maio de 2014

Melhor Guarda-Redes em Portugal (2013/2014)



Pela 5ª época consecutiva, o blogue Treino de Guarda-Redes conduziu uma sondagem entre os seus leitores para eleger o melhor guarda-redes a jogar em Portugal.

Como habitualmente, colocámos nas opções os guarda-redes titulares das equipas da Liga Zon Sagres (os que vinham sendo titulares na 1ª volta, à excepção de Hugo Ventura que se transferiu no mercado de inverno mas acabou por não ser habitual titular) e reservamos também uma opção para 'outro' guarda-redes que não estivesse listado.

Rui Patrício consegue pela primeira vez ser considerado pelos leitores do blogue como o melhor guarda-redes a jogar em Portugal, após ter estado nas últimas 4 épocas no pódio. Helton ficou em 2º e pela primeira vez, entra no pódio um guarda-redes que não tenha sido listado, incluindo-se nomes como Jan Oblak (Benfica) que terminou como titular a disputar todas as competições, Ederson (Rio Ave) que fez a 2ª volta como titular numa equipa que chegou às finais da Taça da Liga e da Taça de Portugal e qualquer outro guarda-redes considerado noutras competições.

De um total de 236 votos, estes foram os resultados:

Rui Patrício (Sporting Clube de Portugal) - 36% - 87 votos
Helton (Futebol Clube do Porto) - 19% - 45 votos
Outro - 17% - 42 votos
Ricardo (Associação Académica de Coimbra - O.A.F.) - 5% - 12 votos
Vagner (Grupo Desportivo Estoril Praia) - 4% - 10 votos
Artur Moraes (Sport Lisboa e Benfica) - 3% - 8 votos
Douglas (Vitória Sport Clube) - 2% - 7 votos
Adriano Facchini (Gil Vicente Futebol Clube) - 2% - 7 votos
Matt Jones (Clube de Futebol "Os Belenenses") - 2% - 5 votos
10º Eduardo (Sporting Clube de Braga) - 1% - 4 votos
11º José Sá (Club Sport Marítimo) - 1% - 3 votos
12º Vid Belec (Sporting Clube Olhanense) - 0% - 2 votos
13º Eduardo Gottardi (Clube Desportivo Nacional) - 0% - 1 voto
13º Hugo Ventura (Rio Ave Futebol Clube) - 0% - 1 voto
13º Cássio (Futebol Clube de Arouca) - 0% - 1 voto
13º Matías Degra (Futebol Clube Paços de Ferreira) - 0% - 1 voto
17º Pawel Kieszek (Vitória Futebol Clube) - 0% - 0 votos

Foto: http://www.publico.pt/desporto/noticia/com-jesualdo-o-sporting-so-vence-e-nao-sofre-golos-1581270

sábado, 3 de maio de 2014

Controlo de Bola com os Pés com Andreas Köpke





Neste vídeo podemos ver alguns exercícios simples de trabalho de pés, ao nível do controlo / domínio de bola e de passe curto. Apesar de este vídeo ter sido feito para efeitos demonstrativos, acho importante considerar a utilização de um guarda-redes para fazer o trabalho que no vídeo é feito pelo Andreas Köpke pois servirá para o guarda-redes que está de fora não fique parado e também vai trabalhando o jogo de mãos e alguma mobilização, principalmente quando a qualidade do guarda-redes que está a executar o exercício não é a melhor pois irá fazer com que o que está a servir a bola tenha de fazer algum esforço para conseguir segurar a bola. Desta forma transformamos uma situação que não é a ideal (falta de qualidade com pés do guarda-redes) para trabalhar o outro guarda-redes num regime de imprevisibilidade.

Através de exercícios tão simples como são os do vídeo, podemos criar vários outros onde se trabalhem outras componentes técnicas. Seguindo o princípio que escrevi para dar utilidade à imprevisibilidade acima descrita, caso os guarda-redes já tenham uma boa qualidade com os pés podemos por exemplo juntar isso a um aquecimento com quedas laterais, com o passe a ter de ser feito para o lado para o guarda-redes que está a servir tenha de defender a bola. Desta forma rentabilizamos o tempo e trabalhamos dois aspectos de uma só vez. Como este exemplo, há vários outros que dependem apenas da criatividade do treinador.

Andreas Köpke foi um dos grandes guarda-redes alemães, tendo terminado a sua carreira em 2001. Teve várias presenças pela selecção alemã (algumas em fases finais) e foi considerado o melhor guarda-redes pela FIFA em 1996. Actualmente é o treinador de guarda-redes de Selecção Alemã, onde trabalha desde 2004.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Treino de Velocidade de Reacção (Selecção Inglesa Feminina) com Lee Kendall




Em cima podemos ver alguns exercícios de uma sessão de treino dedicada à velocidade de reacção onde as guarda-redes são obrigadas a reagir rapidamente a desvios na trajectória da bola, a possíveis desvios e a defender bolas com a visibilidade reduzida. No vídeo podemos também ouvir o treinador a dar algumas explicações sobre os exercícios e sobre o trabalho semanal no geral. 

Podemos também ver um bom exemplo de como transformar os recursos materiais para que estes vão ao encontro daquilo que pretendemos para o treino. É por este exemplo e por muitos outros que a criatividade é bastante importante no treinador de guarda-redes.

Lee Kendall é um antigo guarda-redes (chegou a representar a equipa do País de Gales Sub-21) que antes de ser convidado para treinar as guarda-redes da selecção feminina trabalhou como treinador de guarda-redes da formação do Sheffield United, como chefe do departamento de treino de guarda-redes da formação do Cardiff e como treinador de guarda-redes da primeira equipa do Bristol City.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Solidariedade Social pela página Treino de Guarda-Redes




A nossa associação com a IPSS Crinabel de Lisboa foi um enorme sucesso. A divulgação que fizemos de uma bola autografada pelo Vítor Baía revelou-se primordial para que fosse vendida a um fã do ex-guarda-redes. O valor obtido na venda reverteu para a instituição, contribuindo para melhoramento dos serviços prestados aos adultos portadores de deficiência intelectual.


Desta forma, vamos tentar ajudar mais instituições de cariz social. Para isso pedia a todos os nossos seguidores, muitos deles guarda-redes e treinadores de guarda-redes no activo e com renome nacional e internacional, que nos doassem qualquer tipo de artigo desportivo (luvas, camisolas, tshirts, botas, bonés, etc) autografado para procedermos a um leilão online. O dinheiro obtido nas vendas reverteria para uma IPSS à escolha do autor do donativo, ou à escolha dos administradores do Treino de Guarda-Redes.

A todos os interessados em contribuir, contactem-nos através da área de mensagens da nossa página de facebook

Agradecendo desde já a vossa disponibilidade, os nossos melhores cumprimentos

Eduardo Dinis
Telmo A. Silva 




domingo, 6 de abril de 2014

1x0 + GR, jogo de pés com Ofer Bason (Maccabi Netanya)


Esta sessão de treino aborda várias momentos do jogo. A dinâmica da sessão de treino durante os exercícios é sempre constante.

Momentos do jogo abordados:

- Bolas altas e 1x0 + GR
- 1x0 + GR (variante do primeiro exercício)

- O exercício seguinte, onde refere 3x3, na minha óptica os GRs que estão nas balizas trabalham coberturas ofensivas e defensivas, enquanto que o GR que "anda à rabia" continua no 1x0 + GR.

- Cruzamentos e cobertura de ângulos (tanto para remates ou 1x0 + GR)

Vários aspectos técnicos e tácticos são abordados nesta sessão de treino. É de realçar a importância dada ao jogo com os pés.

  Ofer Bason foi guarda-redes profissional e jogou durante 12 anos na primeira e segunda divisão israelita. É treinador de guarda-redes há 10 anos no Maccabi Netanya. Treinou também os guarda-redes da selecção israelita de futebol de praia. Está ligado ao curso de treinadores de guarda-redes em Israel, assim como ao projecto da Associação de Treinadores de Guarda-Redes.